Santiago é uma cidade linda, cosmopolita e muito movimentada. Um misto entre história e modernidade, a capital do Chile é um lugar limpo, organizado e com muita coisa legal para fazer e conhecer.

COMO CHEGAR:

A maneira mais fácil e rápida de chegar em Santiago, claro, é de avião. Essa rota é operada por algumas cias como Latam, Avianca e Sky Airlines. Todas elas disponíveis no Skyscanner.

ONDE SE HOSPEDAR:

Para quem quiser ficar mais próximo dos pontos turísticos, o ideal é se hospedar no centro, porém, essa região é também a mais feinha e perigosa. Eu, particularmente, prefiro ficar mais longe do centro mas perto de uma estação de metrô, assim dá prá se locomover tranquilamente. Se você optar por ficar no Ibis Providência ou no Park Plaza Santiago, estará muito bem localizado e próximo a estações de metrô.   Sem contar que o custo/benefício dessas duas acomodações são excelentes. Dessas duas acomodações, é possível ir até o centro caminhando, é uma delícia de passeio.

Para os que preferem opções mais econômicas mas super legais, sugiro ficar no Chile Pepper Hostel, no Rado Boutique Hostel ou no Poker Hostal.

E para os que preferem hotéis charmosos e exclusivos, recomendo o Carménére Ecohotel, o Quiral Hotel Boutique ou Hotel Boutique Castillo Rojo.

ONDE COMER:

Restaurante Mestizo (Parque Bicentenário)

80 Mundos (Providência)

Backstage (Patio Bellavista)

Estró (esse restaurante fica no hotel Ritz)

Peumayen (próximo ao Patio Bellavista)

Bocanáriz (Lastarria)

Paseo ORREGO LUCO, essa travessinha tem vários restaurantes e bares muito legais! Recomento o Da Ostia e o Krossbar.

Hamburgueria Honesto Mike

Pizzaria Los Insasiables

Pub The Clinic  (Ñuñoa)

Sanduicheria Gloria (provem o bolinho de ceviche + sanduiche de lomo, por favor!)

Churreria Soy Churros

Baco

O QUE VISITAR:

Subir o Cerro San Cristobal (à pé ou de teleférico mas a pé é muito mais legal), Casa La Chascona (uma das casas do Pablo Neruda), Museu de História Natural, Museu da História e dos Direitos Humanos, Plaza de Armas, Catedral Metropolitana,  Cerro Santa Lucia (a vista é bonita e todo mundo vai lá mas eu não vejo nada demais), bairro Lastarria, bairro Italia, Vinícola Aquitania, Vinícola Santa Rita, Patio Bellavista, Cajón del Maipo. De Santiago ainda é possível visitar o Vale Nevado (transfer ou carro alugado), Viña del Mar e Valparaíso. É possível fazer o trajeto dessas duas últimas cidades alugando um carro ou de ônibus.

Para ir para Viña vocês podem pegar um ônibus na estação de metrô Pajaritos. Tem ônibus o tempo todo e é bem barato, podem comprar a passagem na hora. Chegando lá podem pegar um microbus laranjado (ou taxi/uber) que vai até a praia e passear pelo calçadão.  Podem ainda pegar o microbus na orla da praia e ir até Reñaca que é uma praia do lado, muito bonitinha!

Para ter um dia inesquecível: alugar um carro (cedo) e ir até Isla Negra e visitar a casa do Pablo Neruda. Sair de lá e almoçar no restaurante Cava Fé, em Algarrobo. Sair de lá e estacionar na praia para ver a maior piscina do mundo, que fica em um condomínio gigante ali perto. Dirigir até Viña del Mar e dar uma voltinha pela cidade. Em torno de 17hr ir até a praia de Reñaca para ver o pôr do sol do bar “Sector 2”. Peçam a empanada frita de camarão com queijo (peçam!).  Depois disso vocês podem ir caminhando mesmo até a gelateria Ci Siamo para comer um gelato maravilhoso. Voltar para Santiago feliz e contente. Os pedágios são pagos em dinheiro.

MINHA DICA:

Para quem pretende utilizar transporte público em Santiago, importante saber: para poder pegar qualquer ônibus ou metrô, é preciso ter um cartão chamado BIP. Você pode comprá-lo direto nas estações de metrô e carrega-lo (sim, sem crédito ele não funciona). Não é possível pegar transporte público sem ter esse cartão.

Caso vocês prefiram atendimento personalizado com consultoria/cotações, é só me mandar um email no camila@imagineviagens.com.br.

 

 

%d bloggers like this: