Não que Londres sempre tenha sido um sonho prá mim mas quando cheguei lá realmente tive que tirar o chapéu! Foi amor à primeira vista.

A ideia inicial era ficar somente em Londres já que tínhamos pouco tempo nessa cidade, seria apenas uma paradinha antes de seguirmos para nosso destino final, a Irlanda. Mas no fim das contas, além de cada cantinho de Londres, conseguimos conhecer Windsor, Greenwich, Bath e Stonehenge. Fomos guerreiras! hahaha! 5 dias super intensos deram conta do recado.

COMO CHEGAR:

Para ir até Londres não tem segredo. A British Airways e a Latam tem vôos diretos de São Paulo e existem várias outras opções em vôos um pouco mais longos como pela Air France, Tap, Alitalia, KLM dentre outras. Todas elas estão disponíveis no Skyscanner. Basta clicar aqui para conferir as datas e valores. Nós voamos com a KLM e foi tudo perfeito: as poltronas são muito confortáveis, o atendimento ótimo, a comida bem delícia e os vôos foram todos bem tranquilos.

ONDE FICAR:

Londres é uma cidade cara por isso é bom colocar na ponta do lápis quais são as suas prioridades. Nós preferimos um hotel bem simples mas numa localização sensacional: Kensington! E chegando lá nos surpreendemos positivamente (ufa).

Como agente de viagens eu já tinha pesquisado muuuuuuuuito e optamos pelo que encontrei de melhor custo/benefício: o The Villa Kensington . O hotel é simples e “vintage” mas o quarto era confortável e limpo, o banheiro reformado, chuveiro bom, funcionários cordiais e o café-da-manhã bem gostoso. Como o hotel é bem antigo, é possível ouvir conversas dos outros quartos, barulhos nas tubulações etc. Mas a gente saía super cedo e voltava super tarde então isso não foi um problema.

Esse hotel fica a apenas 200m de distância da estação de metrô Gloucester  Road (linhas azul, verde e amarela) e a região é super charmosa e de fácil acesso prá qualquer lugar. Além disso ainda tem um monte de restaurantes, cafés e supermercados nas redondezas. Ainda nessa região existem hotéis bem mais legais como o Crowne Plaza London Kensington, Radisson Blu Edwardian VanderbiltHoliday Inn London Kensington Forum, Ibis Styles London Gloucester Road etc. Prá quem quiser opções mais em conta existem hostels muito bons como o YHA London Earl´s Court ou Generator London.

ONDE COMER:

Difícil dizer hahaha, porque tomávamos um café beeeem reforçado e então comprávamos comida e bebidas no supermercado prá carregar nas nossas mochilas. Passávamos o dia passeando e comendo essas coisinhas aí quando dava fome de verdade, parávamos num lugar próximo de onde estávamos e deu.  Essa história de ter os menus todos em frente aos restaurantes ajuda muito porque antes de decidir você pode ver o que o restaurante serve e os valores.  Também tem inúmeros pubs em Londres que servem comida o dia todo então é fácil achar algo legal e acessível prá comer. Mesmo assim, tenho 3 sugestões legais:

– Ask Italian: rede de restaurante italiano. A comida é bem boa e acessível. Tem um monte deles espalhados pela cidade.

– Nando´s: restaurante bem legal especializado em frangos. Simples, preço acessível e comida saborosa. Também tem vários pela cidade.

– The Stanhope Arms: esse pub fica bem em frente a estação Gloucester Road. É super legal e a comida é ótima.

O QUE FAZER:

Tem muito, mas muuuito prá ver em Londres..por isso compramos um ticket de 48hr do ônibus hop on hop off da companhia Big Bus. Sabe aqueles ônibus abertos cheios de turistas com fones de ouvido olhando tudo em volta e prestando muita atenção no que o cara da gravação tá falando? Esses!! Eu AMO esses ônibus..na minha opinião, é a melhor maneira de conhecer bem uma cidade. Nosso ticket também dava direito a um passeio de barco até Greenwich e um passeio noturno por Londres. Nunca na vida eu fiz tanta coisa em apenas 48hr. Sério. É carinho mas vale muito à pena.  Ah, a maioria dos museus de Londres são GRATUITOS. Sim, gratuitos. Não deixem de ir na National Gallery nem no Victoria and Albert Museum. É de encher os olhos e a alma.

Também compramos um tour de um dia para conhecer Windsor, Bath e Stonehenge com a empresa Golden Tours. De todos os que vimos era o mais em conta e foi beeeemmm legal! Sem contar que super sem querer, chegamos no Windsor Castle um dia depois do nascimento do “baby Sussex” então prá mim, que sou fã da família real, foi muito emocionante!

MINHA DICA:

– NÃO convertam. Quem converte não se diverte. Você já comprou suas libras bem lindas então gaste em libras e be happy.

– Se chegarem pelo aeroporto Heathrow é muito fácil pegar metrô pq a estação é dentro do aeroporto. Na própria estação sempre tem gente prá ajudar a comprar o Oyster Card que deve ser carregado. É com esse cartão que vocês poderão pegar metrô e ônibus na cidade toda. Nós ficaríamos em Londres por 5 dias então compramos o cartão (5 libras) e carregamos com 35 libras. Usamos bastante e no final sobrou crédito no cartão. Então fomos na estação mais próxima (pode ser em qualquer estação), devolvemos o cartão e pegamos o dinheiro de volta. Bom né??

– Não deixem de passear pelo Covent Garden..é uma região muito charmosa, cheia de vida, lojinhas e restaurantes, já vale só pela caminhada.

– Também vale conhecer o bairro de Camden Town. Esse lugar é bem alternativo e ficou conhecido por ser o lugar onde a Amy Winehouse morava 😦  Lá vocês vão encontrar o Camden Market que é muito legal prá comer e comprar coisinhas também. (Camden Stables Market e Camden Lock Market).

Caso prefiram atendimento personalizado com consultoria/cotações, ou se precisarem apenas de seguro de viagem, é só mandar mandar um email para camila@imagineviagens.com.br. Não esqueçam que para a Europa é obrigatório ter seguro com algumas exigências específicas, ok?

E para acompanhar mais viagens, é só seguir o instagram @viagensdacami 🙂

big ben bridge castle city
Foto por Pixabay em Pexels.com
%d bloggers like this: