Meu irmão e minha cunhada moram nesse país e foi única e exclusivamente por essa razão que resolvemos ir para lá. Ahhhh, mas se eu soubesse que eu cairia de amores pela Irlanda, teria feito essa viagem há muito mais tempo.

Sabe cenário de filme? Game of Thrones? Outlander? Tipo isso mas ainda mais lindo! A Irlanda tem paisagens que me deixaram sem ar diversas vezes. Tem praia, montanha, campo, castelos, jardins, cachoeiras, penhascos e estradinhas que parecem saídas de contos de fadas. E a gente dirigiu muuuuito por essas estradas estreitas, algumas vezes achando que não chegaríamos a lugar algum. Mas a gente sempre chegava. Não teve um dia sequer em que o google maps nos desapontou.

COMO CHEGAR:

O principal aeroporto da Irlanda fica na cidade de Dublin, por isso a maioria das ofertas de vôos das grandes cias aéreas como a British Airways, Air France e KLM, é para lá. Todas elas estão disponíveis no Skyscanner. Basta clicar aqui para conferir as datas e valores. Nós voamos com a KLM e foi tudo perfeito: as poltronas são muito confortáveis, o atendimento ótimo, a comida bem delícia e os vôos foram todos bem tranquilos.

ONDE FICAR:

Nossa base foi na casa do meu irmão que fica em Limerick e era de lá que saíamos todos os dias, de carro, prá conhecer novos lugares. Mas a cidade é super fofa e bem servida de acomodações. Existem hotéis de categoria turística, bem simples mas bem localizados como o The Pier Hotel ou o The Boutique. Para quem quem um pouco mais de conforto na mesma localização, pode optar pelo Absolute Hotel Limerick, pelo Limerick Strand Hotel ou ainda pelo The Savoy. Agora..se você não precisa se preocupar com dinheiro, meu amigo, te aconselho a ficar hospedado no Dromoland Castle. Sim, minha gente, é um castelo maravilhoso que fica numa propriedade ainda mais maravilhosa. O único porém é que é afastado do centro então se prá você isso também não for problema, vai com tudo porque você não vai se arrepender. Outra opção incrível,  top master hotel dessa cidade é o Adare Manor. Apenas dêem um Google e vocês vão entender do que eu estou falando.

Em Dublin nos hospedamos no Amberley House and Apartments by Key Collection. O hotel é simples e antigo mas os quartos são bem lindos, renovados e limpos. Não tem elevador então se estiverem com malas pesadas, preparem-se. Para mais de 2 pessoas eles também tem aptos que ficam em prédios próximos. Os aptos nos blocos 1 e 2 são bem legais e mais novos, já os outros são mais velhos. A localização é perfeita, bem perto da O´Connell Street que é a principal rua de Dublin e também muito próximo de várias atrações turísticas. Dali dá prá fazer tudo à pé, super mão na roda. Sem contar que nas proximidades tem vários supermercados, farmácias, lojinhas, pontos de ônibus (inclusive de turismo) etc. Prá quem quer opções bem localizadas mas mais confortáveis, podem optar pelo The Morrison –  a Double Tree by Hilton Hotel , pelo Trinity City ou pelo The Morgan Hotel.

ONDE COMER:

Assim como em Londres, na Irlanda toda também tem um pub em cada esquina. Portanto, na dúvida, pára no primeiro pub que encontrar que com certeza vai ter comida boa. Mesmo assim, recomendo meus preferidos.

LIMERICK:

– Sodalicious: padaria alto nível..pães super diferenciados, café incrível e ingredientes da melhor qualidade. É caro mas vale à pena tomar café-da-manhã lá uma vez pelo menos.

– Cobblestone Joes: pub, ambiente lindo, pizzas incríveis, preço bom.

– The Locke Bar: pub na beira do Rio Shannon, tem vários tipos de comida e valores acessíveis.

– The Durty Nelly´s: esse é um dos pubs mais famosos da Irlanda. Construído em 1620 e, acreditem, está de pé desde essa época quando os soldados que trabalhavam no Bunratty Castle que fica ao lado o frequentavam. O menu é grande e os valores super acessíveis.

– Tuscany: restaurante italiano sensacional. A comida é maravilhosa e os valores são ok. Não é barato mas notei que as diferenças de valores nos restaurantes da Irlanda são pequenas em relação à diferença da qualidade. Então as vezes você opta por um restaurante bem meia boca prá economizar uns 6 euros e com essa pequena diferença você poderia comer num lugar infinitamente melhor.

DUBLIN:

– The Celt: esse pub fica na esquina do hotel Amberley. Pensa numa comida maravilhosa! Comemos coisas super simples como sopa de beterraba, hambúrguer e uma salada e tava tudo surreal de tão incrível. Depois descobrimos que o chef desse pub é o mesmo chef do  restaurante francês que fica em anexo, o Le Bon Crubeen.

–  Le Bon Crubeen: não tenho nem palavras prá descrever a refeição que fizemos nesse restaurante. O lugar é lindo, atendimento ótimo e a comida indescritível, realmente. E, mais uma vez, valores super ok pelo lugar e qualidade. Valeu cada garfada.

–  The Church Café: esse restaurante nada mais é do que a igreja onde o fundador da cervejaria Guinness, Arthur Guinness, se casou, em 1761. O lugar é lindo e bem interessante, afinal de contas, você acha que está entrando em uma igreja e, PÁ, tem um bar lá dentro. Aconselho a visita pela experiências mas sinto informar que a comida não é boa. Então senta lá, pede uma Guinness ou um café, aprecie o momento e vá comer em outro lugar.

O QUE FAZER:

Senta que lá vem coisa hahaha! Sugiro alugar um carro e comprar um chip com bastante internet prá poder rodar esse país! É um lugar mais lindo que o outro e o Google maps funciona perfeitamente.

– St Mary´s Cathedral Limerick: fundada em 1168 (sim, você leu corretamente: 1168) essa catedral é um dos pontos turísticos mais conhecidos de Limerick. É linda de morrer! Nós fomos visitá-la na manhã do dia das mães e por sorte, assim que chegamos estava começando o “service” que é tipo uma missa mas com duração menor. Mas até coral de crianças tinha..pareciam uns anjinhos cantando! Depois que o service terminou, o pessoal da igreja veio falar com a gente, super atenciosos e receptivos, perguntando de onde éramos e nos convidando para tomar um chá e comer biscoitos juntamente com o restante da comunidade, na própria catedral. Foi lindo!

– Universidade de Limerick: uma das melhores universidades da Irlanda, a Universidade de Limerick fica em uma região nobre da cidade e seu campus é enorme e muito bem cuidado. É uma mini cidade super bem estruturada com pubs (óbvio) supermercado, acomodações, jardins (um deles cortado pelo Rio Shannon) e construções interessantes, como uma ponte de arquitetura móvel e impressionante. Vale a visita.

–  Killaloe: cidade suuuuper fofa que vale a visita. Paisagens lindas, óbvio. Sugiro uma parada prá tomar um café e comer um doce no The Wooden Spoon, a comida é uma delícia e é super barato.

– Ring of Kerry:  o “Anel de Kerry” é uma rota lindíssima que tem 179km contando a partir da cidade de Killarney. As paisagens são de tirar o fôlego. Você vai encontrar praias, montanhas, aldeias rurais, cachoeiras, fortes, castelos etc. É possível fazer essa rota em um dia ou, se preferir, pode dormir em alguma das cidadezinhas no meio do caminho prá aproveitar melhor e fazer as paradas com mais calma. Nós fizemos em um dia mas é beeeem puxado. Ah, em um dos pontos, na praia de Waterville, vocês vão encontrar uma homenagem ao Charlie Chaplin. Isso porque ele costumava passar os verões nessa praia e era muito querido por todos.

– Muckross House, Gardens & Traditional Farms: essa propriedade é muito linda, gente. Trata-se de uma mansão vitoriana construída em 1843 que fica em um super jardim na beira do Lago Muckross. É possível fazer um tour guiado pela mansão mas muita gente vai até lá para fazer piqueniques ou aproveitar para relaxar nos jardins.

– Ballybunion: cidadezinha litorânea com praias e landscapes maravilhosos. Claro que tenho dica de pub nesse lugar também hehehe o Bunker Bar.

– Lahinch: outra cidadezinha litorânea com praias lindas e a quem interessar possa, aqui tem surf também.

– É de Lahinch que vocês devem aproveitar o embalo e ir conhecer os CLIFFS OF MOHER. São 8km de falésias lindíssimas e vale reservar pelo menos umas 2 horas prá caminhar por lá. É  inacreditável de tão lindo.

– Blarney Castle and Gardens: tô me achando muito repetitiva em dizer que tudo é lindo, incrível, maravilhoso, mas é isso aí mesmo, gente. E esse castelo é outra jóia que deve ser visitada. Esse lugar tem história desde o século X. Juro. Então não deixe de conhecer e reserve bastante tempo para caminhar pelos jardins.

– Outro castelo que vale à pena conhecer é o Kilkenny Castle que fica numa cidade beeeem lindinha que tem o mesmo nome.

– Dublin: como já falei no post do Reino Unido, sugiro, como sempre, pegar o ônibus de turismo hop on hop off para poder rodar a cidade toda e conhecer tudão numa tacada só. Vale muito à pena porque tem coisas lindíssimas prá ver nessa cidade. Não deixem de entrar na Old Library da Trinity College, é realmente impressionante. A St. Patricks Church também é muito linda e cheia de histórias.

– Cork: a cidade de Cork não ganhou muito meu coração MAS nem tudo está perdido. Você pode visitar o English Market que está lá desde o século 18 e que tem produtos orgânicos produzidos na região. Não deixe de visitar a Saint Finn Barre´s Cathedral que é lindíssima! E atrás dessa catedral você vai encontrar um labirinto com uma lenda bem interessante.

MINHA DICA:

– Venta muito na Irlanda, gente. Um vento gelado e meio insistente, então sugiro terem sempre em mãos uma jaquetinha que seja corta vento E impermeável porque as vezes o vento vem acompanhado de chuva.

– Além de sair prá passear com a mochila recheada de lanchinhos e água, leve touca, luva etc. O clima muda muito durante o dia.

Caso prefiram atendimento personalizado com consultoria/cotações, ou se precisarem apenas de seguro de viagem, é só mandar mandar um email para camila@imagineviagens.com.br. Não esqueçam que para a Europa é obrigatório ter seguro com algumas exigências específicas, ok?

E para acompanhar mais viagens, é só seguir o instagram @viagensdacami 🙂

Ladie´s View - Ring of Kerry
Ladie´s View – Ring of Kerry
%d bloggers like this: